Namoros virtuais levam mulheres do céu ao inferno

Bate papo mulheres em 113981

Em abril deste ano, por meio do site de relacionamento Badoo, ela conheceu o engenheiro civil escocês George Williams, que dizia ter 48 anos e uma história marcada por perdas: seus pais e sua esposa haviam morrido em um acidente de carro. Durante dois meses, eles conversaram diariamente. Apesar do curto tempo de relacionamento virtual, Joana chegou a fazer planos de namoro e até de casamento. Além de lindo, ainda chama de 'meu amor', quem resiste? De príncipe a sapo Diante da negativa de Joana, o príncipe virou sapo.

No Brasil, um dos serviços mais famosos se chama Ashley Madison. Apesar da origem norte-americana, de acordo com informações divulgadas pela empresa, o Brasil é o país que mais utiliza os serviços para as puladas de cercado. No site ou aplicativo, é possível criar o cadastro gratuitamente. Por exemplo: mulher comprometida à procura de homens, mulher procurando mulheres. Somente para os perfis de mulheres em busca de homens o site é gratuito. As mulheres falavam sobre o assunto com mais timidez, em um tom catatau. Por causa disso, quase tive um caso com um colega de trabalho, mas fiquei com medo de que a história vazasse e pudesse me trazer complicações na vida profissional.

Essas comunidades têm às vezes 50, às vezes pessoas. Os membros, com DDDs dos mais variados, trocam mensagens para fazer amizades -eufemismo, muitas vezes, para paquera. Daí para frente foi uma bola de neve. A maioria dos entrevistados pela reportagem só atendia ligações feitas pelo próprio aplicativo. As pessoas têm menos tempo e dinheiro para encontrar os amigos, passam mais tempo no trabalho e no trânsito, e por isso recorrem ao aplicativo para suprir a lacuna das relações presenciais. Um oi em um grupo, levemente, pode provocar diversas mensagens pessoais.

520521522523524525526

Leave a Reply

Your email address will not be published.