Seis doenças sexualmente transmissíveis em alta entre jovens brasileiros; saiba como evitá-las

Homem para casais herpes 390991

Crédito, Getty Images. Ideal é que uso de preservativo venha acompanhado de gel lubrificante para diminuir risco de rompimento. Apesar de o preservativo masculino ser de longe o mais popular, o feminino é igualmente eficaz. Quando o homem recebe o sexo oral, recomenda-se o uso da camisinha. Segundo ela, é preciso haver um esforço maior para rastrear ativamente as infecções sexualmente transmissíveis que deve envolver outros especialistas como ginecologistas, urologistas, geriatras e hebiatras. O HIV pode ser transmitido por sexo vaginal, anal e oral. Indica-se o uso de PEP para pessoas que tiveram relações sexuais desprotegidas, sofreram violência sexual ou tiveram acidentes com agulhas ou outros objetos cortantes.

Contigüidade físico, pele a pele, especialmente com secreções da vagina ou pênis podem transmitir doenças chamadas DSTs, ou quanto alguns preferem, doenças amorosamente transmitidas. As principais causadas por vírus: herpes singelo, HPV papiloma vírus humano e aids. O que pode ser? Surgem com consequência do sexo oral sem preservativo. Pode se deixar assim? Ela pode se multiplicar ou facilitar entrada de outras doenças. Ela deve ser removida, pode ser com medicamentos ou operação. É preciso paciência, pois o vírus demora a sair do organismo.

O tratamento é feito com o uso de antibióticos. Como complicações encontram-se o aborto, vaginite, proctite, etc. Essa mal caracteriza-se por um amarelamento da pele e mucosa. O vírus pode ser transmitido congenitamente.

644645646647648649650

Leave a Reply

Your email address will not be published.